Cantinho da Leitura




Em Algum Lugar Do Passado, de Richard Matheson, foi lançado em 1975.

Em Algum Lugar Do Passado mostra que o amor é capaz de ultrapassar qualquer barreira, inclusive a do tempo. Aos 35 anos, Richard Collier acaba de descobrir que tem um tumor no cérebro, tendo em média 4 a 6 meses de vida. Em depressão com sua atual situação, decide largar tudo, seu trabalho, o lugar onde morava, para seguir sem destino enquanto escreve suas memórias sobre seus últimos dias de vida.

Sem rumo, acaba se hospedando em um hotel antigo e charmoso nos arredores de San Diego. Ao visitar a galeria do hotel vê uma foto antiga de uma bela mulher. Richard sentiu algo aconchegante quando viu aquela foto e descobre que a mulher da foto é a famosa atriz Elise McKenna, que estivera hospedada no hotel em 1896.

Apaixonado, procura saber tudo sobre a vida de Elise. Pensando somente nela durante 24 horas, ele pesquisa um meio de viajar no tempo para ir ao encontro de sua amada. Acaba descobrindo que há possibilidades lendo o livro “O homem e o tempo” de J.B. Priestley.

Collier se submete a uma auto-hipnose, que inicialmente teve várias tentativas fracassadas. Depois de várias tentativas de aproximação consegue se transportar no tempo. Desorientado, com dor de cabeça... No geral com o corpo estranho que ainda está se adaptando as mudanças do tempo, Richard vai à procura de Elise McKenna.

Ele encontra Elise passeando na praia. Aquela cena fez seu coração bater mais forte, quando finalmente viu sua amada. Os dois trocam olhares profundos e aparentemente Elise o conhece. A aproximação de Richard é extremamente estranha para ela, mas a Senhorita McKenna sente algo inexplicável quando está com ele. No livro Richard comenta que Elise sente que ele não faz parte desta época, de 1896.
Por insistência, Richard consegue se aproximar de Elise. Com essa aproximação bizarra e repentina, a mãe e o empresário da atriz, William Fawcett, se tornam barreiras entre os dois, fazendo com que Collier enfrente ambos.
Os dois vivem uma profunda, mas rápida história de amor!! Ele planeja continuar a viver no passado, mas para isso não podia ter na mente ou no corpo nada da época de onde veio. Por causa de uma simples moeda dos anos 70 esquecida no bolso do terno, Richard volta a seu tempo original.

O capítulo final, “Pós-escrito de Robert Collier”, comentado pelo irmão de Richard. Ele descreve os últimos momentos do irmão, o quanto esta angustia o corroia e o matava aos poucos, é uma descrição que doe ao ler. Com está profunda tristeza o consumindo, Richard morre alguns meses depois. Creio que sua morte tenha sido causada tanto pela falta de vontade de viver, como pela viagem do tempo, pois o seu corpo viajou doente. No romance, quando o protagonista se encontra em 1896, Richard comenta bastante sobre o estado físico do seu corpo. Já Elise, depois de perder inexplicavelmente o amado, se torna uma mulher solitária, dedicando-se exclusivamente a carreira, até morrer velha em 1953.

Em Algum Lugar Do Passado é um belo e comovente romance, mas muito triste. Sentir a perda de alguém que amamos é uma dor inexplicável e conviver com essa dor pode ser pior que a morte.

                                                          (  ASAS PARTIDAS)
                                                            GIBRAN KHALIL
            

                                              Gibran descreveu lindamente, poeticamente, o seu primeiro amor.
A realidade em meio à fantasia poética, assemelha-se a história
do primeiro amor de cada jovem. História das primeiras alegrias
primaveris e dos primeiros sofrimentos também.
É o amor povoando a solidão das noites, despertando gigantes
adormecidos.Vivenciando ao mesmo tempo terríveis presságios e maviosas
doçuras. Gibran e sua amada foram expulsos de seu Paraíso pelo orgulho
e a ganância. Seus sonhos de felicidade desfeitos.
Asas Partidas é uma obra para ser lida e entendida enquanto houver
sensibilidade ao amor, à beleza, aos sonhos primaveris; misturado com
a  maldade que ainda impera no coração do homem.



 
O Pequeno Príncipe - Brochura
Autor: Saint-exupéry, Antoine
Editora: Agir
Categoria: Literatura Infanto-Juvenil / Literatura Juvenil
A história do Pequeno Príncipe atravessa gerações pelo seu encanto. Vale a pena colocar as crianças em contato com este menino sensível que ensina que nós somos os responsáveis por tudo que faz parte da nossa história e que cabe a cada um de nós resolvermos o que fazer e como olhar para ela.

Sinopse:
O Pequeno Príncipe é uma fábula. Ou se preferirmos, uma parabola. Não é um livro para crianças, porque traz justamente a mensagem da infância, a mensagem da criança. Essa criança que irromperá de repente no deserto do teu coração, a milhas e milhas de qualquer região habitada. A menos que não queira ver, a face do Pequeno Principe, a face de um outro, coroada com os espinhos da rosa.... Este livro é também um teste. É o verdadeiro desenho numero 1. Se não o quiseres compreender, se não te interessas pelo seu drama, fica aqui a sentença do Principe: Tu não és um homem de verdade. Tu não passas de um cogumelo




Loading...